Bayern de Munique de Jupp Heynckes

Essa é a análise do inesquecível Bayern de Munique de Jupp Heynckes na temporada 2012/2013, onde o time ganhou praticamente tudo o que disputou.

Vamos tentar entender esse trabalho impressionante de Jupp Heynckes, que conseguiu montar uma verdadeira máquina de ganhar títulos.

Para isso vamos analisar em detalhes a marcante goleada em cima do Barcelona por 4-0 na Champions League daquela temporada.

Em sintese o time do Bayern de Munique de Jupp Heynckes conseguiu neutralizar as principais táticas de finalização do Barcelona. Além disso, não tinha a menor dificuldade em recuperar a posse de bola, e chegar ao ataque. Por fim, conseguia converter grande parte das posses de bola ofensivas em tentativas de finalização.

Bayern de Munique de Jupp Heynckes

Bayern de Munique de Jupp Heynckes Sem a Bola

O desenho defensivo base do Bayern de Munique era o 4141. No entanto, o time não ficava muito preso à essa formação, abusava dos encaixes individuais com muita compactação do lado onde estava saindo a jogada. Assim como muita velocidade na recomposição do bloco.

Eu suma, os três pilares que garantiam a eficiência desse sistema defensivo eram: compactação, velocidade de recomposição e pegada na marcação.

Bayern de Munique Champions League

O time não promovia uma marcação pressão desde o início da jogada. Primeiramente, a equipe se organizava atrás da linha da bola, praticamente com todos os jogadores. Uma vez que o time estava organizado, ia subindo o bloco para forçar o adversário a recuar.

Esse comportamento além de promover uma zona de guerra intensa, perturbava o portador da bola o tempo todo. Fazendo com que o time conseguisse recuperar a bola com relativa facilidade.

Bayern Com a Bola

Para resumir o comportamento do time com a bola em uma palavra: verticalidade.

Quer seja através dos lançamentos, quer seja através da troca de passes, o time sempre buscava o jogo vertical, para avançar em campo o quanto antes, aproveitando o desenho defensivo adversário desfeito.

Essa verticalidade era muito evidente na hora de finalizar. Lançamentos nas costas da defesa, chutes de longe e muitos cruzamentos. Táticas que eram potencializadas pela compactação ofensiva para brigar pela sobra.

Não deixe de assistir ao vídeo completo para entender com detalhes os comportamentos do Bayern de Munique de Jupp Heynckes, gênio que dava aula em qualquer apresentação de sua equipe.

Grande abraço e até a prróxima!


Gostou? Compartilhe esse texto!