Desequilíbrio Estratégico do Botafogo

Desequilíbrio Estratégico do Botafogo

Assistindo ao jogo Palmeiras X Botafogo um fato chamou minha atenção: O desequilíbrio estratégico do Botafogo. Assim como eu havia explicado na análise pré-jogo, a equipe encontrava facilidade para avançar até o meio, e dificuldade para avançar no último quarto do campo.

Botafogo - Avança com Facilidade
Palmeiras abre mão de marcar em bloco alto, boa parte do tempo.
Facilidade para avançar meio campo

O Palmeiras abriu mão de marcar em bloco alto a maior parte do tempo. Dessa forma o Fogão tinha liberdade para avançar sem maiores problemas. No entanto, teve sérias dificuldades para continuar avançando e chegar perto da área palmeirense.

Desequilíbrio Estratégico do Botafogo
Botafogo atacando com sete jogadores.
Dificuldade para criar jogadas de finalização

Além disso, o Verdão usou a compactação defensiva para fortalecer sua zona de guerra, sempre no lado onde o Botafogo tentava chegar ao ataque. Outro fato a ser destacado é que, com a proposta de criar chances de gol através das trocas de passes, o Botafogo avançava com muitos jogadores.

Desequilíbrio Estratégico do Botafogo
Desgaste físico maior por ter que voltar o campo todo, durante o jogo inteiro.

Toda vez que o Botafogo tentava passar da intermediária do campo de ataque, perdia a posse de bola. Devido a boa postura defensiva do time da casa, o Palmeiras. Assim sendo, começavam os verdadeiros problemas do Fogão.

Desequilíbrio estratégico do Botafogo

Justamente por avançar com muitos jogadores além da linha da bola, e por perder praticamente todas as tentativas de criar jogadas de finalização, o Botafogo alimentava a principal tática de finalização do Palmeiras: o contra-ataque.

Botafogo Exposto Ao Contra-Ataque
Linha defensiva exposta a situações de mano a mano e inferidade numérica o tempo todo.

Durante praticamente o jogo todo, o que mais se viu foi o Botafogo repetir o mesmo ciclo: (1) começava a jogada tocando na defesa, (2) avançava até o meio, (3) recuava e invertia a jogada, (4) tentava avançar, (5) perdia a posse de bola e (6) sofria o contra ataque. Ou seja, a estratégia de ataque botafoguense, alimentava a tática de finalização palmeirense.

Aproveite AULA GRÁTIS do Curso de Análise Tática (Estratégia no Futebol), clique aqui e aproveite. Não precisa de cadastro, é só clicar e assistir.

Grande abraço a todos e até a próxima!

Raul Ando (Categoria Canal)

Raul Ando

Criador de Conteúdo e Fundador do Categoria Canal.