As Chances da Seleção Brasileira na Copa América

Por que o Brasil teve tanta dificuldade contra a Costa Rica? Vamos descobrir!

📹 VÍDEO COMPLETO NO FINAL DA PÁGINA 📹

A estreia do Brasil na Copa América foi frustrante. Um empate sem gols contra a Costa Rica. Mas por que isso aconteceu? Vamos analisar.

Principais Pontos da Análise

  • Volume de Jogo Sem Eficácia: Muito volume de jogo, poucas finalizações.
  • Problemas com Vinícius Júnior: Dificuldades em reproduzir o desempenho do clube na seleção.
  • Marcação da Costa Rica: Sistema defensivo bem postado.
  • Jogadas Mal Executadas: Movimentações previsíveis e falta de criatividade.
  • Falhas no Plano de Jogo: Estratégia que não gerou vantagem significativa.

Volume de Jogo Sem Eficácia

O Brasil teve muito volume de jogo. Dominou a posse de bola, mas não conseguiu converter isso em chances reais. A Costa Rica se defendeu bem, fechando os espaços.

Problemas com Vinícius Júnior

Muitos se perguntaram por que Vinícius Júnior não jogou bem. A resposta está na falta de suporte e nas movimentações previsíveis. Ele ficou isolado e sem opções claras para criar jogadas.

Marcação da Costa Rica

A Costa Rica jogou com uma linha de cinco defensores. Isso dificultou as infiltrações e deixou o Brasil sem espaço para manobrar. A marcação foi eficiente, sempre dobrando no Vinícius Júnior.

Jogadas Mal Executadas

As jogadas do Brasil foram previsíveis. A movimentação dos jogadores não confundiu a defesa adversária. Isso tornou mais fácil para a Costa Rica se defender.

Falhas no Plano de Jogo

O plano de jogo do Brasil não funcionou bem. A estratégia de atrair a marcação para um lado e inverter para o Vinícius Júnior não gerou o efeito desejado. O time insistiu em uma tática que não deu resultados.

Exemplos de Jogadas

Vinícius Júnior constantemente recebia a bola marcado por dois ou três jogadores. Sem opções de passe ou espaço para driblar, ele acabava perdendo a posse.

Conclusão

O Brasil precisa repensar suas estratégias. O time mostrou volume, mas faltou eficácia. Movimentações mais criativas e suporte aos jogadores-chave, como Vinícius Júnior, são essenciais. A Copa América está apenas começando, e há tempo para ajustes.

Seleção Brasileira
Raul Ando
Raul Ando. Analista de futebol profissional. Apaixonado por táticas e estratégias de jogo. Produtor de conteúdo no Categoria Canal, Futebol Cursos e Núcleo de Análise Tática.
Não Faltou Raça! Pena que Era uma Partida de Futebol...

Não Faltou Raça! Pena que Era uma Partida de Futebol...

A participação do Brasil na Copa América acabou. Um empate sem gols com o Uruguai e eliminação nos pênaltis. Mas não estamos ...

Um Plano de Jogo Para Uma Seleção Que Não Existe Mais

Um Plano de Jogo Para Uma Seleção Que Não Existe Mais

O empate contra a Colômbia teve gosto amargo de derrota. O placar é o que menos importa face a apresentação da seleção brasil...

Brasil 4 x 1 Paraguai: Vitória ou Ilusão?

Brasil 4 x 1 Paraguai: Vitória ou Ilusão?

O Brasil de Dorival Jr conseguiu um grande resultado em sua segunda partida na Copa América 2024: Paraguai 1 x 4 Brasil. Ness...

© 2015-2024 Categoria Canal - Todos os direitos reservados.