Como o Atlético de Madrid Eliminou o Liverpool

Essa é a análise de como o Atlético de Madrid eliminou o Liverpool nas oitavas de final da Champions League 2019/2020. O que aconteceu nessa virada tão surpreendente? Méritos do Atlético de Diego Simeone? Ou problema no Liverpool de Jürgen Klopp?

Apesar de conseguir igualar o confronto, e sair na frente na prorrogação, o Liverpool viu nos minutos finais uma surpreendente virada do Atlético.

Portanto, resolvi fazer essa análise para tentar entender o comportamento das equipes em campo, que possibilitaram esse resultado inacreditável.

Antes de mais nada, se você quiser aprender tudo sobre tática de futebol e prever como uma partida vai se desenrolar, conheça o Curso de Análise Tática.

Onze atrás da linha da bola

Primeiramente, é importante destacar o desenho defensivo do Atlético, marcando com todos os seus jogadores atrás da linha da bola. Independentemente se o Liverpool avançava com muitos ou poucos jogadores, lá estava o bloco de marcação bem compactado quando o time estava mais recuado.

Como o Atlético de Madrid Eliminou o Liverpool
Onze atrás da linha da bola.

No entanto, engana-se quem acha que o Atlético ficou estacionado na frente da área esperando uma bola para sair no contra-ataque. Quando o Liverpool tinha a bola na defesa, mais recuado, o Atlético de Madrid avançava suas linhas, mas sem muita compactação.

Dessa forma a linha dos atacantes cobria a origem de possíveis lançamentos, enquanto a linha defensiva ficava mais recuada, mais distante, para garantir que não houvesse espaço nas costas da defesa, e força na briga pela sobra no destino dos lançamentos ou inversões longas, principais armas do Liverpool.

Esse posicionamento conseguiu dificultar, na medida do possível, as investidas ofensivas do Liverpool. Porém, a produção do time inglês foi excelente mesmo com essa proposta defensiva sólida do Atlético.

Velocidade do Bloco de Marcação

Como em alguns momentos o time do Atlético ficava com suas linhas mais distantes, é fundamental o comprometimento do time em recuar, se compactar com muita velocidade.

Esse comportamento foi fundamental para que o Atlético tivesse força nas brigas pelas sobras de bola.

Oblak vs Adrián

Sobretudo, o ponto de desequilíbrio do jogo foram as atuações dos goleiros. Do lado do Atlético, excelente atuação de Oblak. Em contra-partida, atuação ruim de Adrián, substituto de Alisson para essa partida.

Oblak fez ótimas defesas, e quando o bloco de marcação do Atlético falhava, ele funcionava como uma espécie de seguro contra gols. Nos dois tentos do time inglês não teve culpa alguma.

Como o Atlético de Madrid Eliminou o Liverpool - Adrian mal posicionado
Adrián mal posicionado no lance do gol.

Já o goleiro do Liverpool errou a saída de bola que resultou no primeiro gol, e não mostrou muita segurança quando foi exigido.

Para entender melhor Como o Atlético de Madrid Eliminou o Liverpool não deixe de assistir o vídeo.

Grande abraço e até a próxima análise!


Gostou? Compartilhe esse texto!